4 coisas que todos os programadores de PHP devem saber

Se você é programador PHP e não conhece qualquer um dos itens listados abaixo, está na hora de iniciar um bom curso de PHP e ler o que mostramos abaixo.

4. Debugar (encontrar erros)

Bem, nem sempre o código vai funcionar de primeira. E muitas vezes será necessário lidar com códigos antigos e mal escritos! Por isso, saber lidar com debug é uma carta na manga de qualquer programador.

Existem várias ferramentas que auxiliam nesse árduo trabalho. As vezes, um print_r() poderá salvar a sua vida. O importante é sempre reconhecer o caminho que o código fazer, do inicio de execução até o output no navegador.

Procure entender e aprender ferramentas como xDebug, dgb, Zend_Debug e a principal de todas, Stack Overflow!

3. Modelagem de Sistemas (ER)

Antes de programar uma linha sequer do código, tente planejar qual será a estrutura dele. Criar uma modelagem ER poderá prever problemas, e fazer com que você economize muito tempo no meio das gambiarras para fazer toda estrutura conversar.

2. Controlar versões do código

O que você acha de escrever muito código e ver que nada funcionou, e que a primeira versão era melhor. Melhor que isso é só estar com o versioamento em dia para salvar dias de trabalho! Sem contar em funções de deploy automático no servidor de teste e produção. Pense e ESTUDE versionamento, de preferência git.

1. Aprenda um bom framework!

OK, já aprender como o PHP funciona? Que ótimo! Agora esqueça o trabalhão de criar um MVC do zero e escolha uma solução mundialmente usada. Melhor do que criar um problema e ter que encontrar a solução sozinho, é poder jgoar um erro no Stack Overflow e ter milhares de programadores debatendo o mesmo problema.

Por isso, tente usar um dos principais framework do mundo! Abaixo tem uma listinha com os 5 mais usados:

  • CakePHP
  • CodeIgniter
  • Symfony
  • Zend Framework

DICA BÔNUS! Use POO (Programação Orientada a Objetos)

A programação orientada a objetos irá trazer um grande ganho em construção para qualquer sistema ou necessidade. A partir da versão PHP 5, o modelo de objetos foi rescrito para permitir melhor performance e mais funcionalidades.

Entre outras novidades do PHP 5 estão a inclusão de visibility, classes e metodos abstract e final, additional metodos mágicos, interfaces, clonagem e dica de tipo.

Na Orientação ao Objeto, cada elemento é representado por um objeto ou classe. Esse tipo de representação procura aproximar o sistema que está sendo criado ao que é observado no mundo real, e um objeto contém características e ações, assim como vemos na realidade.

Uma boa dica pra quem está iniciando no PHP e na programação, é um bom curso que mostrará a programação do inicio até o avançado, além de mostrar como se posicionar no mercado de trabalho.

Seu comentário é muito importante! Conte pra gente o que você achou desse conteúdo.